Opinião 21/02/2017 07:00

De como Bruno Giovanni dobrou Natal e me quebrou a cara

Por admin

Bruno Giovanni entrou na minha vida em uma tarde de janeiro de 2010.

Ele planejava uma festa nos parrachos de Pirangi. Eu provoquei o Idema, que vetou.

Ricardo Rosado pegou o conteúdo do meu blog e reproduziu no seu.

Surgiu aí desavença entre os dois. Tudo culpa minha.

Bruno Giovanni e eu nos aproximamos pela irresponsabilidade.

Lançado o Blog do BG, alguém soprou: “os dois dão certo”.

Ao contrário do PMDB, naquele junho de 2010, na Nascimento de Castro, indícios eram suficientes.

Dois irresponsáveis se arriscaram no Blog do BG.

Tenho pra mim que Camila é a culpada por tudo ter dado certo. Só sua sensatez para equilibrar tanta irresponsabilidade.

Eu amei e odiei Bruno Giovanni com todas as minhas forças.

Primeiro odiei por influência.

Ora, como nós jornalistas formados pela escola fundada – deixa ver se construo algo pomposo – NO MAIS RETILÍNEO, JOCOSO, VANGUARDISTA E ÉTICO PRECEITO INAUGURADO POR PULITZER, poderíamos ser submetido a um DJ?

A história recente ensina que todos os jornalistas de Natal que se arvoraram na arrogância terminaram na decadência.

Eu estou para me desvencilhar dessa rota. Bruno Giovanni captou o espírito da coisa bem cedo.

A maior raiva do jornalismo de Natal foi não dobrar a cidade ao carisma como Bruno fez. E isso ainda dói em muitos. E isso ainda é a faca que amola a falsidade que tenta derrubar BG, da qual fiz parte por algum tempo.

Só quando vi que era impossível um enorme público estar errado e eu certo, me rendi, mas não por completo.

Todos os dias, BG me ensina. E ainda como no início, eu o amo e o odeio.

Odeio porque ele me obriga a ver meus defeitos.

Amo porque só a extrema grandeza acolhe quem lhe fez mal. Não só. Só a bondade infinita esquece que a mão na qual você pega foi a mesma que lhe bateu. Só a bondade pega essa mão e leva para a glória.

BG, lindão, obrigado por me deixar fazer parte. Seu espírito vai além do que podemos compreender. Apesar disso, entendo de amar. E te amo tanto. E te amo muito. Parabéns pelo seu dia.

Dinarte Assunção
Verão de 2017

Dinarte Assunção

Biografia Dinarte Assunção é jornalista formado pela UFRN. Atuou em redações como repórter de cotidiano, economia e política. Foi comentarista político da TV Ponta Negra. Atualmente é reporter do Portal No Ar e compõe a equipe do Meio Dia RN, na 98 FM. É autor do livro Sobre Viver - Como Venci a Depressão e as Drogas. Nas horas vagas, assa panquecas.

Descrição Ponto ID é um blog para noticiar o que importa. E nada mais.