Notícias com a categoria "negocios"

26/09/2017 08:44

Foto: Reuters/Mike Blake

Microsoft passa Coca-Cola e vira 3ª marca mais valiosa do mundo

Apple e Google são as marcas mais valiosas do planeta pelo quinto ano consecutivo, segundo o ranking organizado pela consultoria Interbrand, anunciado nesta segunda-feira (25).

Em terceiro lugar está a Microsoft, que estava em quarto no ano passado e teve uma valorização de 5%. Já a Coca-Cola, que estava no terceiro lugar do ranking em 2016, registrou queda de 5% em seu valor e passou para o quarto lugar.

Depois, estão Amazon, Samsung, Toyota, Facebook, Mercedez-Benz, IBM, GE, McDonald’s, BMW, Disney, Intel, Cisco e Oracle, nessa ordem.

O valor atribuído à Apple é de US$ 184,1 bilhões (R$ 581,8 bilhões), do Google, US$ 141,7 bilhões (R$ 447,8 bilhões), e da Microsoft, US$ 80 bilhões (R$ 252 bilhões).

A marca com maior valorização no ano foi o Facebook, com 48% de crescimento. A empresa foi do 15º lugar para o oitavo e hoje vale US$ 48 bilhões (R$ 152 bilhões).

A Interbrand se baseia em três critérios: o resultado financeiro dos produtos e serviços vendidos sob a marca estudada, o papel da marca e sua influência na escolha do consumidor e a força da marca, ou seja, sua capacidade para criar uma vantagem competitiva e garantir as receitas futuras da empresa.

Nenhuma marca brasileira aparece na pesquisa. As cem marcas mais valiosas do ranking somam US$ 1,9 trilhão (R$ 5,9 trilhões). O varejo é o setor que mais cresceu, seguido de artigos esportivos.

Folha de S. Paulo

01/09/2017 10:41

Quem comprou R$ 100 em bitcoins há seis anos, hoje tem R$ 120 mil

Há seis anos, o valor de uma bitcoin era de 15 reais. Hoje, uma unidade da moeda virtual sai por 18 mil reais. Isso significa que se você tivesse comprado 100 reais em bitcoins lá atrás, o que dariam 6,67 unidades, elas valeriam atualmente 120 mil reais.

Arrependido? Calma, você não é o único. Segundo Rodrigo Batista, fundador e CEO do Mercado Bitcoin —plataforma brasileira para compra e venda da moeda virtual—, muitas pessoas que não acreditaram no potencial da moeda lá atrás hoje estão desesperadas para ter uma.

Desde o início de agosto, a bitcoin vem batendo um recorde de preço atrás do outro e acumula valorização de 103,4% somente nesse período. No primeiro dia do mês passado, custava cerca de 8.850 reais, e ontem, valia 18 mil reais —uma diferença de 9.150 reais. Em 2017, a alta da bitcoin ultrapassa os 350%.

Veja abaixo uma simulação feita pela Mercado Bitcoin de compra de 100 reais em bitcoins nos últimos seis anos e quanto elas valeriam hoje, considerando que a pessoa manteve a moeda digital em sua carteira durante todo o período.

Data da compra Preço na data da compra Quantidade comprada* Quanto valeriam hoje**
31/08/2016 R$ 1.947,92 0,05 R$ 924,06
31/08/2015 R$ 869,04 0,12 R$ 2.071,24
31/08/2014 R$ 1.245,00 0,08 R$ 1.445,78
31/08/2013 R$ 319,95 0,31 R$ 5.625,88
31/08/2012 R$ 23,57 4,24 R$ 76.368,26
31/08/2011 R$ 15,00 6,67 R$ 120.000,00

*Os valores foram arredondados para facilitar a compreensão
**Considera cotação de 31 de agosto de 2017, de 18 mil reais

Fonte: Mercado Bitcoin

Para Batista, alguns eventos explicam essa guinada recente da cotação. “O primeiro deles é o fato de que, em maio, o Japão regulamentou a bitcoin, que passou a poder ser transacionada naquele país como qualquer outra moeda, por exemplo o euro e o dólar americano”, explicou.

A decisão japonesa, segundo o executivo, chamou atenção de investidores institucionais no Japão para o mercado de bitcoins. Em pouco tempo o país passou a ser o líder mundial em detentores da moeda virtual. (mais…)

27/07/2017 11:45

Consumo de cerveja cai no Brasil e Ambev vende menos no 2º trimestre

A Ambev diminuiu em 1,3% as vendas em volume de cerveja no Brasil nos meses de abril a junho deste ano ante igual período do ano passado. A queda, segundo a companhia, foi menor que a da média da indústria de cerveja. A fabricante de bebidas citou dados da Nielsen apontando que, no mesmo período, a totalidade das cervejarias encolheu volumes em 2,7%.

O lucro líquido ajustado da Ambev no segundo trimestre foi de R$ 2,141 bilhões, 2,4% menor do que no mesmo período de 2016. Segundo o relatório da empresa, o resultado foi impactado pela desvalorização do real brasileiro e pela geração de caixa da operação (Ebitda). O impacto positivo foi a redução das despesas financeiras da fabricante de bebidas. Nos primeiros seis meses do ano, o indicador recuou 12,5%, passando de R$ 5,045 bilhões no primeiro semestre de 2016 para R$ 4,457 bilhões no mesmo período de 2017.

A receita líquida da Ambev aumentou 4,8% no segundo trimestre, impulsionada pelos resultados de todas as operações internacionais da empresa: América Latina Sul (LAS) (+36,2%), América Central e Caribe (CAC) (+6,9%) e Canadá (+1,4%). Já no Brasil, o resultado caiu 4,1%, impactado pela queda de 4,7% no volume total de vendas.

A Ambev considerou que o segmento de cerveja “mainstream” (que envolve as marcas mais populares) continuou a ser pressionado por “ambientes macroeconômicos e políticos adversos e voláteis”.  Já o segmento de cervejas premium, segundo a empresa, cresceu entre 17% e 19% no trimestre. Entre abril e junho deste ano, a Ambev registrou um volume vendido de 17,430 milhões de hectolitros.

A piora no mercado de cerveja contribuiu com a queda total de 4,7% nos volumes da totalidade das bebidas vendidas pela Ambev no segundo trimestre de 2017 ante igual período do ano passado. Nos meses de abril a junho, a empresa vendeu ao todo 22,979 milhões de hectolitros.

Com isso, a receita líquida da Ambev no mercado brasileiro recuou 4,1% no trimestre na comparação anual, chegando a R$ 5,325 bilhões. O Custo do Produto Vendido (CPV) no Brasil subiu 3,8%, para R$ 2,141 bilhões.

Considerando apenas o negócio de cerveja, a receita no trimestre chegou a R$ 4,546 bilhões, um recuo de 3,3% na comparação anual. O CPV de cerveja aumentou 5,3% no mesmo período, para R$ 1,721 bilhão.

Refrigerantes

Já o volume de refrigerantes e outras bebidas não-alcoólicas caiu 14,1% no segundo trimestre, chegando a 5,548 milhões de hectolitros entre abril e junho deste ano. A Ambev afirmou que, neste mercado, seu desempenho foi pior que a média. A empresa informou que, de acordo com a Nielsen, a indústria de refrigerantes caiu 9,7%.

A companhia considerou que seus produtos perderam espaço para marcas de menor preço. “Os consumidores continuaram pressionados por uma baixa renda disponível, migrando o consumo para B brands, sucos em pó ou até mesmo água filtrada”, diz a empresa em comentário na divulgação de resultados do trimestre.

A receita da Ambev com refrigerantes e não-alcoólicos recuou 8,5% na comparação anual, chegando a R$ 778,6 milhões. O CPV caiu 2,2%, para R$ 420,6 milhões.

Resultado no exterior

As operações da Ambev em países da região chamada de América Latina Sul (LAS) apresentaram crescimento de 8,5% no volume de bebidas vendidas no segundo trimestre de 2017 ante o mesmo período do ano passado. De abril a junho deste ano, a companhia comercializou 6,729 milhões de hectolitros de bebidas nos países.

De acordo com comentário da Ambev sobre os resultados, o desempenho na região foi impulsionado por uma retomada na Argentina, país onde as vendas de cerveja cresceram mais de 20%, conforme a empresa. A companhia cita ainda avanços no Paraguai e no Uruguai.

Os resultados da Ambev deixaram de consolidar as operações de Colômbia, Peru e Equador, transferidas como resultado de um acordo com a controladora AB Inbev.

A receita líquida consolidada da unidade de negócios teve alta de 15% ante igual período de 2016, chegando a R$ 2,086 bilhões.

O Custo do Produto Vendido (CPV) na região aumentou 18,3%, para R$ 861,2 milhões, enquanto o CPV por hectolitro (CPV/hl) avançou 9%, para R$ 128. O Ebitda ajustado subiu 21,3%, para R$ 806,7 milhões, com margem de 38,7%.

Estadão

26/07/2017 13:49

Jose Cuervo instala fontes de tequila em Los Angeles

Sabe aquele sonho infantil de pôr refrigerante no bebedouro da escola que quando mais velho se transforma em ter filtros de cerveja gelada no trabalho? A CP+B sabe e transformou esse desejo em realidade na parceria com a Jose Cuervo.

Na ação para comemorar o National Tequila Day (24), a marca instalou diversas fontes que jorravam tequila em importantes pontos de Los Angeles.

Para organizar os ânimos, as cobiçadas estações da “H2Cuervo” tinham seguranças para atestar a idade legal e garantir que os participantes dessem lugar a outras pessoas.

A ativação faz parte da campanha “Tomorrow is Overated” (Amanhã é Superestimado) que defende a importância de aproveitar o momento.

Exame

23/06/2017 08:41

7 maneiras de ganhar dinheiro

Prestou atenção nas dicas elaboradas pelo Seven List? Agora, basta por em prática. Afinal, a vida não está fácil para ninguém.

Boa sorte!

04/05/2017 18:09

Banco do Brasil amplia para servidores de outros órgãos do RN restrição ao crédito consignado

O Banco do Brasil está estendendo para servidores dos demais órgãos da estrutura estadual a restrição para contratação de crédito, mesmo em instituições que não atravessam atrasos na folha de pagamento, apurou a reportagem.

 

Desde o ano passado, servidores do Executivo já enfrentavam essa dificuldade, segundo o Sindicato dos Servidores da Admnistração Direta (Sinsp). Agora, restrição ao crédito consignado está sendo estendida para todos os servidores da estrutura estadual.

 

Foi a alta inadimplência, de maneira geral, que levou o Banco do Brasil a suspender as linhas de créditos para outros órgãos, como Ministério Público e Tribunal de Justiça.

 

Os órgãos afetados esperam, segundo apurou a reportagem, o desbloqueio seja feito nos próximos dias.

 

Não conseguimos contato com a assessoria do Banco do Brasil. A Secretaria Estadual de Planejamento, que suspendeu o convênio com as instituições financeiras para consignação, não retornou para esta matéria.

23/04/2017 06:13

James Cameron usa Facebook para divulgar datas das 4 sequências de ‘Avatar’

O cineasta David Cameron utilizou sua conta no Facebook para informar que as 4 sequências futuras de Avatar serão lançadas em dezembro de 2020, 2021, 2024 e 2025.

Em 2009, Cameron bateu o recorde de arrecadação com o primeiro longa, ao arrecadar 2,7 bilhões de dólares.

Ele disse que demorou tanto em busca de tecnologia para aprimorar as sequências. Em 2009, Avatar revolucionou com experiências sensoriais em 3D.

21/04/2017 16:34

Midway Mall provoca Natal Shopping em viral sobre 9 verdades e 1 mentira

A lista viral do jogo 9 verdades e uma mentira, onde o desafio é descobrir qual o elemento falso caiu no gosto dos usuários do Facebook.

Depois da ação ter inspirado inclusive sites de notícias, com matérias do tipo, foi a vez do mercado.

Em Natal, o Midway Mall surfou na onda, despertando aprovação nas redes, com uma lista provocando o Natal Shopping, criticado pelo preço do estacionamento, de R$ 8,00.

Screenshot_20170421-132811

14/03/2017 09:49

RN contrata R$ 150 mil em estandes para feira em Lisboa

O Rio Grande do Norte vai marcar presença na edição de 2017 da International Tourism Exhibition, uma das mais importantes feiras de turismo da Europa, que ocorrerá de amanhã até o próximo domingo.

Extrato publicado no Diário Oficial do Estado indica o pagamento de R$ 147,5 mil para a locação de montagens dos estandes para a participação do Governo do Estado.

Os recursos empregados na contratação são do RN Sustentável, financiado pelo Banco Mundial. A contratação direta foi feita à empresa Promo Inteligência Turística.

09/03/2017 10:02

Recuperação da pista do aeroporto de SGA durará 30 dias, diz Inframérica

A Inframérica emitiu nota à imprensa qual afirma que a pista do aeroporto de São Gonçalo do Amarante é segura e que vai entrar em manutenção no segundo semestre, durante 30 dias.

Reportagem do jornal Valor Econômico afirma que a pista do aeroporto de Natal corre o risco de afundar. Segundo o jornal, a notícia foi transmitida ao governo pelos próprios dirigentes da companhia.

A reportagem diz que a reforma que será demandada impedirá operações noturnas. “Enquanto durar a reforma, que deve consumir alguns meses, pousos e decolagens serão feitos pela pista de taxiamento dos aeronaves. Trata-se, no entanto, de uma pista sem o mesmo balizamento e que não permite operações noturnas. Com isso, haveria menos voos de e para Natal”, cita trecho do texto.

A companhia diz que durante a manutenção, garantirá que pousos e decolagens ocorram de forma segura. E que trabalhará para que o prejuízo e o impacto aos passageiros seja o menor possível, conforme a seguinte nota:
A Inframerica ressalta que a pista do Aeroporto de Natal é segura e atende aos requisitos de segurança operacional e das normas da ANAC.
A pista entrará em manutenção no início do segundo semestre e vai durar 30 dias.

O processo executivo da obra já está elaborado e sendo discutido com os órgãos competentes e atores envolvidos.

Durante o período de obras o Aeroporto de Natal continuará operacional, garantindo que pousos e decolagens ocorram de forma segura.
A Inframerica está trabalhando para que o prejuízo e o impacto aos passageiros seja o menor possível.

A administradora assumiu a concessão do Terminal em julho de 2012, tendo entregue às obras de sua responsabilidade em junho de 2014, sete meses antes do previsto em contrato.

O contrato de concessão previa a construção do terminal e não contemplava a construção de uma pista de pousos e decolagens, obra que já estava concluída pelos órgãos competentes e foi entregue ao administrador para operacionalização.

Dinarte Assunção

Biografia Dinarte Assunção é jornalista formado pela UFRN. Atuou em redações como repórter de cotidiano, economia e política. Foi comentarista político da TV Ponta Negra. Atualmente é reporter do Portal No Ar e compõe a equipe do Meio Dia RN, na 98 FM. É autor do livro Sobre Viver - Como Venci a Depressão e as Drogas. Nas horas vagas, assa panquecas.

Descrição Ponto ID é um blog para noticiar o que importa. E nada mais.