Notícias com a categoria "relacionamentos"

19/09/2017 10:30

Duas vezes mais mulheres do que homens perdem interesse em sexo no casamento, indica estudo

As mulheres têm mais que o dobro de probabilidade que os homens de perder o interesse em sexo no casamento, sugere um estudo sobre a sexualidade dos britânicos.

A pesquisa indica que, apesar de tanto homens quanto mulheres perderem o desejo sexual com a idade, as mulheres são mais afetadas por relacionamentos mais longos.

No total, 15% dos homens e 34% das mulheres entrevistados disseram ter perdido o interesse no sexo por três meses ou mais no ano anterior.

Para os homens, a falta de interesse era maior entre as idades de 35 a 44 anos, enquanto para as mulheres o ápice era entre os 55 e os 64 anos.

De maneira geral, problemas de saúde e a falta de uma proximidade emocional afetam o desejo sexual de homens e mulheres. (mais…)

06/09/2017 08:50

Sexóloga dá dicas para você aproveitar o Dia do Sexo

As variantes para inovar na hora do sexo são muitas, vão desde posições do Kama Sutra, ou brinquedos e cosméticos eróticos, feitos especialmente para apimentar e acrescentar algo a mais na relação.

A sexóloga e psicóloga, Priscila Junqueira, dá algumas dicas para fazer do Dia do Sexo um marco importante na relação.

1- Posições

Mudar as posições e inovar é um ótimo começo. As opções são várias, mas se a intenção é um orgasmo forte, opte por: cowgirl – a mulher estará no colo do parceiro e eles estarão abraçados; pouso forçado – a mulher estará de bruços, e o parceiro a penetrará, ficando por cima dela ou romântico – o homem senta de pernas cruzadas e a mulher vai pro colo dele, mas passando as pernas em volta da cintura dele, então, comecem a balançar para frente e para trás.

 

2- Cosméticos sensuais
A inovação sempre agrada na hora do prazer, e optar por cosméticos sensuais oferece mais intimidade ao casal. Na hora de escolher os cosméticos, é sempre bom ver qual mais se adéqua aquilo que o casal procura, então é importante que eles estejam juntos, para escolher aquele com a melhor textura, cheio e gosto. Também é interessante priorizar os géis e lubrificantes a base de água.

3- Fantasias eróticas
É importante deixar claro que todas as pessoas possuem fantasias e desejos, por isso, não é necessário sentir vergonha, ou ter medo de críticas. O casal deve sentar e conversar sobre suas fantasias, e escolher aquela que ambos ficariam felizes em realizar.

4- Brinquedos e brincadeiras sexuais

Aqui, o principal é deixar a imaginação fluir, pois a infinidade de sex toys e brincadeiras são imensas! O ideal é compartilhar com a parceria quais os tipos de jogos e sex toys são adequados para o relacionamento, sendo interessante cada um ter seu brinquedo na hora H. Quanto às brincadeiras, inovar sempre é a palavra chave, por isso, testar brincadeiras nunca feitas é o essencial.

24/08/2017 14:15

Sua falta de sorte no Tinder é culpa do algoritmo

Provavelmente não vai ser de primeira. Talvez, nem na segunda. A verdade é que você vai precisar puxar papo com um bom número de desconhecidos até conseguir um encontro satisfatório – ou, no mínimo, achar alguém que realmente faça seu tipo. Arranjar um amor para a vida inteira, então, nem se fala. Conseguir a façanha com a ajuda de um aplicativo de paquera é algo que acontece apenas no campo das ideias. Aquela história: você até sabe que é possível, mas nunca viu, só ouve falar.

Antes que a famosa bad venha, vale lembrar que isso não é, literalmente, culpa do seu dedo podre. Pode ser apenas que o seu app preferido não esteja tão preparado assim para lhe guiar na tarefa rumo ao match perfeito. Pelo menos, é isso que indica um estudo norte-americano, publicado no jornal Psychological Science.

Softwares como o Tinder vem de fábrica programados para aprender com a prática, melhorando a experiência do usuário com o tempo. Conforme os likes e super likes acontecem, eles vão se tornando seus amigos mais íntimos – e aprendem melhor sobre suas preferências e aquilo que você espera de um parceiro. Isso serve para que os robôs façam indicações mais refinadas, que tragam para perto quem vale a pena conhecer e livrem você de pessoas que não têm nada em comum.

O grande problema disso tudo é que a tal da química, neste caso, não é uma ciência exata. E, por mais que as máquinas estejam cada vez melhores em entender isso, elas ainda não captam por completo a profundidade da coisa.

Superinteressante

19/08/2017 10:45

Relacionamento é a coisa mais simples do mundo

Relacionamentos não são complicados. É, na verdade, a coisa mais simples que existe.

Funciona assim: um homem adulto de livre e espontânea vontade estabelece um vínculo com uma mulher adulta de livre e espontânea vontade (exemplifico com a forma mais trivial, mas você pode mudar de gênero e número conforme deseje). Então ele está com ela porque gosta da maneira como se sente ao lado dela; ela, por sua vez, fica com ele pela mesma razão, porque gosta disso. Pode ser que goste dele ou pode ser que goste de si própria quando está com ele – também é válido, então pouco importa. O importante é que esse vínculo, ele+ela, aumente a potência de ambos, ou seja, a vontade de viver, a energia, a disposição. O tesão.

Então veja, o relacionamento é uma coisa muito simples. O homem segue sendo o homem, com suas idiossincrasias, manias e defeitos, e a mulher segue sendo mulher, do jeitinho que sempre foi. Ambos estão juntos porque querem, enquanto querem. Ambos têm total liberdade para desfazer esse vínculo quando quiserem ou então de proporem, a qualquer tempo, uma mudança de contrato: vamos de amizade? vamos de poliamor? vamos de família margarina? vamos alinhar interesses? vamos cada um pro seu canto? O outro, nesse momento, topa ou não topa. (Exceto, é claro, quando há um rompimento unilateral. Se um decide se afastar, o outro não pode nem deve fazer nada a respeito. Mas falo hoje de relacionamentos, e não de rompimentos.)

Até parece conversa de “relacionamento líquido”, de “desapego pós-moderno”, mas não se trata disso. Trata-se apenas de civilidade. Relacionamentos civilizados são muito simples.

Claro que o vínculo pressupõe alguns entendimentos. Para alguns casais, fidelidade importa (e é preciso definir o que significa fidelidade). Para outros, não. Alguns casais querem filhos; outros, não. Alguns pedem mais privacidade; outros, menos.Alguns estão nessa pela grana, alguns pela beleza, alguns pela fama… O importante é o acordo em comum, o encontro de expectativas e interesses. Mudaram? Desencontraram? É hora de uma mudança de contrato.

Relacionamentos são muito simples, insisto.

Mas as pessoas, não.

As pessoas são muito complicadas – e é aí que todos os relacionamentos azedam. As pessoas são complicadas porque dizem aceitar o que não aceitam e dizem querer o que não querem (até porque não sabem o que querem). As pessoas mudam de ideia constantemente. Mudam de vontade. Alimentam expectativas em segredo. Cansam, enjoam, entediam.

Pior: alguns têm incapacidade crônica de se posicionarem e de defenderem aquilo em que acreditam. É a turma do eterno “tudo bem”. Outros, ao contrário, são incapazes de contemporizar, de buscar um meio termo. “Meu jeito é o único jeito.”

As pessoas são, de fato, imensamente complicadas. Não apenas “as mulheres”, como se diz, mas todas as pessoas são assim. Eu, por exemplo, sou muito complicado. Uma metamorfose ambulante. Tenho claríssima na minha cabeça a cartilha dos relacionamentos simples, e tento aplicá-la. Mas acabo complicando tudo, porque sou muito complicado.

As pessoas são difíceis porque nada as satisfaz, na realidade. Só na imaginação. Sempre querem mais e querem melhor. Ótimo. Mas, em se tratando de relacionamentos, nem sempre dá pra ser mais e melhor.

Por isso os relacionamentos perfeitos estão ou no reino da imaginação – na arte, nos mitos, na publicidade – ou então não envolvem apenas seres humanos. Relacionamento perfeito pode ter uma garota e seu gato, um cara e seu cachorro; dois hamsters. Mãe e filha vivem discutindo. Irmãos brigam, não importa se é família ou não. Somos um bicho complicado.

Relacionamentos são simples, em suma, até que a gente complique tudo com a nossa bendita humanidade.

Emais, Estadãoaoaoa

10/08/2017 08:51

Como homens e mulheres superam a dor de uma separação?

Observei algumas diferenças de gênero marcantes nas minhas pesquisas. Muitas mulheres “ruminam” durante meses, às vezes anos, as possíveis causas da separação. Elas se sentem angustiadas, deprimidas, fracassadas e, principalmente, culpadas por não terem conseguido manter o relacionamento. “O que eu fiz de errado? O que eu poderia ter feito diferente? E se eu tivesse agido de outra forma?”

Já alguns homens parecem superar mais facilmente o fim de uma relação de duas maneiras: bebendo com os amigos e encontrando rapidamente um novo amor. Eles não se sentem responsáveis pela separação. A culpa é sempre dela: “Ela reclamava de tudo! Ela estava sempre insatisfeita! Ela cobrava e exigia demais! Era o tempo todo DR!”.

Eles querem minimizar ou anestesiar a dor, enquanto elas maximizam o sofrimento em um luto interminável.

O processo feminino de superação é muito mais demorado, verbalizado e compartilhado, especialmente com as amigas.

Elas procuram refletir sobre os possíveis erros, para não errarem novamente. E também preferem cicatrizar as feridas antes de buscarem um novo amor. Algumas resolvem investir em novos projetos de vida para se sentirem mais fortes: estudar, trabalhar, viajar, cuidar do corpo e da saúde, reformar a casa etc.

Apesar de agirem de formas diferentes, eles e elas revelam que uma coisa é certa: um dia a dor acaba. Por mais clichê que possa parecer, o tempo é o melhor remédio. Saber que vai passar, mesmo que demore muito, ameniza bastante a dor de uma separação.

E, como me contaram, apesar de todo o sofrimento, a separação pode ter sido a melhor coisa que aconteceu em suas vidas. Muitos encontraram um novo amor, mais saudável, equilibrado e feliz, com mais risadas e menos brigas. Outros fizeram viagens incríveis ou investiram em um trabalho mais interessante, por se sentirem mais livres para assumir novos desafios. Alguns descobriram que é possível, sim, ser feliz sozinho. E que a pior solidão é a solidão a dois.

Para lidar com o sofrimento inevitável de uma separação, aprendi que a melhor saída é repetir o seguinte mantra: “Acabou! Posso sofrer, posso chorar, mas, mais cedo ou mais tarde, vai passar!”.

Mirian Goldenberg para a Folha de S. Paulo

07/08/2017 11:58

Podemos descobrir sua personalidade a partir de sua posição sexual favorita

Suas preferências na cama podem ser uma janela para sua alma.

– PAPAI E MAMÃE
Você é uma pessoa determinada que faz de tudo para ajudar os outros

Você trabalha duro. Algumas pessoas te acham insensível, mas, na verdade, você gasta boa parte do seu tempo e de sua energia ajudando outras pessoas. Às vezes, você tem dificuldade para relaxar, já que é difícil “desligar” seu cérebro. Você fica mais feliz quando conquista algo pelo qual se esforçou bastante. Ver outras pessoas desistirem ou não atingirem todo o seu potencial o deixa com raiva. Você é a pessoa, no seu círculo de amizades, que reúne todo mundo e é o responsável por boa parte da organização. Todos o procuram quando estão enfrentando uma crise, porque sabem que podem contar com você.

– DE QUATRO
Você tem um espírito aventureiro, e as pessoas geralmente o subestimam

Você sempre faz piadas nas situações mais constrangedores ou ri durante os momentos mais tristes dos filmes. Você faz amigos rapidamente, mas só se abre com uns poucos amigos íntimos, de longa data. Ou você será a alma da festa ou cancelará tudo de última hora para assistir a uma maratona no Netflix. Você é muito simpático e deixa uma excelente primeira impressão. Você não se importa em assumir riscos e não vê problemas em fazer o papel de bobo para conseguir umas risadas. Você trabalha da maneira mais eficiente possível para que não tenha de fazer nenhum trabalho extra. Não é preguiça se você está fazendo da maneira inteligente.

– COW GIRL
Você coloca os sentimentos alheios acima dos seus e é extremamente leal

Você fica quieto quando está no meio de um grupo de pessoas e tem dificuldade para fazer novos amigos, mas costuma ser muito divertido quando está com seus amigos íntimos. Você pede aos seus amigos que lhe mandem mensagem para saber se eles chegaram em casa em segurança e nunca se esquece de um aniversário. Às vezes, as pessoas tentam tirar vantagem da sua bondade, mas você não se deixa enganar e se defende muito bem quando necessário. Você sempre fica feliz em dar conselhos ou em simplesmente ouvir e oferecer um ombro amigo. Qualquer um pode se considerar sortudo por ter você como amigo.

– COW GIRL INVERTIDO
Você é uma pessoa criativa que fica entediada com facilidade

Você sempre foi bagunceiro na escola, mas isso é provavelmente porque você estava entediado. Você não faz algo apenas porque é o que esperam de você e obviamente não rirá da piada de alguém se não achá-la engraçada. Você tem uma imaginação muita ativa e frequentemente se perde em seus próprios devaneios. Se você estiver entusiasmado com algo, colocará toda sua energia nisso e se esforçará muito na sua realização. Mas, se acha algo chato, terá dificuldade para se motivar. Você é o amigo engraçado e, apesar de não ser o tipo de pessoa com quem possam contar nos planejamentos, todos ficam felizes quando você aparece.

– 69
Você prefere ter poucos amigos íntimos do que estar em um grande grupo

Você acha que conversa fiada é a coisa mais desagradável do mundo e costuma ter pelo menos uma interação desconfortável todos os dias. Em festas, você geralmente é a pessoa que fica nos cantos, perdida em conversas profundas e complexas. Você é especialista em descobrir fofocas. Quando você está com raiva de alguém, costuma desabafar, de maneira hilária, com seus melhores amigos e acaba sentindo-se muito melhor. Você evita confrontos, porém, quando necessário, costuma se sair muito bem neles. Você é um excelente julgador de caráter e um amigo muito leal.

– CONCHINHA
Você é uma das poucas pessoas realmente tranquilas no mundo

Você trabalha bem sob pressão porque não se perturba com qualquer coisa. Você não gosta de ficar estressado, mas lida bem com isso. Você evita se envolver em dramas a todo custo, mas não vê problemas em escutar os problemas dos outros, só por diversão. Você não leva desaforo para casa e as respostas que dá nesses casos são excelentes. Você tem dificuldade para se abrir com as pessoas e por causa disso tem poucos amigos íntimos, mas que são seus amigos há muito tempo.

– DE PÉ
Você é empolgado com a vida, mas às vezes pensa demais.

Você tem dificuldade para dizer não e geralmente tem tanta coisa para fazer durante a semana que acaba exausto. Você se preocupa demais com coisas pequenas, mas trabalha bem sob pressão. Você costuma manter contato com as pessoas e tem muitos amigos. Você esquece de tirar um tempo para você, porém está mais feliz quando cercado pelos seus amigos.

– PÉS NOS OMBROS
Você é carismático, mas se estressa com facilidade.

Você é o tipo de pessoa que é adorado pelos pais de todo mundo. Às vezes você se sente muito tímido, mas consegue esconder isso com facilidade e sempre exibe uma aparente confiança para o mundo. De vez em quando, você se preocupa com o que os outros pensam a seu respeito e pode se atrapalhar com os menores detalhes, mas por causa disso também é uma pessoa meticulosa. Às vezes você tem dificuldade para relaxar, é como se seu cérebro não parasse de tagarelar. Você relaxa mais na companhia de seu amigo mais íntimo, quando estão apenas vocês dois.

– ABRAÇADOS
Você compreende bem as pessoas, mas costuma ficar quieto em grandes grupos

Você é muito perceptivo e consegue “ler” bem o ambiente. Você é um excelente julgador de caráter e as pessoas não veem problemas em se abrir com você. Você não se incomoda com o silêncio e odeia conversas fiadas. As pessoas costumam achá-lo muito tímido, mas geralmente você só se sente um pouco desconfortável. Você é mais expansivo na presença das pessoas com quem tem mais intimidade e prefere muito mais sair para jantar com elas do que conhecer novas pessoas em uma festa.

BuzzFeed

27/07/2017 10:37

Os benefícios de ser solteiro, segundo a ciência

Dividir a vida com alguém é apontado por muitos estudos como benéfico à saúde. Já no século 19 havia pesquisas que indicavam que pessoas casadas levavam vidas mais saudáveis, e estudos mais recentes mostraram que elas tinham risco menor de pneumonia, câncer, problemas cardíacos ou de serem submetidas a cirurgias do que pessoas que vivem sozinhas.

Mas a ciência também está de olho nas vantagens que ser solteiro pode trazer às pessoas, entre elas, uma vida com mais amigos e interação social, e com mais objetivos – e determinação para cumpri-los.

“Todos nós crescemos ouvindo: ‘case-se e você não se sentirá sozinho’. Mas eu nunca achei que essa seria a minha história”, diz, em uma palestra recente do TedX, a pesquisadora americana Bella DePaulo, 63, da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara. Como solteira convicta, ela se dedicou a estudar a felicidade nesse grupo de pessoas.

Para DePaulo, “as preocupações com as dificuldades da solidão podem ofuscar os benefícios de ser solitário”.

Em 2016, a pesquisadora fez um levantamento de estudos que evidenciassem essas vantagens, e encontrou indícios de que:

1 – Solteiros muitas vezes têm mais contato com amigos

“Costumamos escutar que ‘solteiros não têm ninguém’, mas o fato é que muitas vezes eles têm mais amigos e se esforçam mais para manter elos com pais, irmãos e sua comunidade”, diz ela. “Enquanto isso, casados tendem a ser mais insulares.”

Esse dado vem de um estudo de 2015 nos EUA, que avaliou levantamentos censitários para entender os laços entre parentes, vizinhos e amigos adultos americanos.

Os pesquisadores, em artigo publicado no Journal of Social and Personal Relationships, dizem que “solteiros têm mais tendência a manter contato e receber ajuda de pais, irmãos, vizinhos e amigos do que os casados. Essas diferenças são mais proeminentes para os que nunca se casaram do que os que haviam sido casados”.

O que importa para a saúde, segundo DePaulo, é ter pessoas com as quais você possa se abrir, mais do que ter ou não um cônjuge.

2 – Solteiros podem desfrutar de mais autonomia e satisfação

DePaulo argumenta que não é apenas o amor que nos traz sentimento de plenitude, mas também “autonomia, propósito e (a sensação de) estar no comando de nossas vidas”.

“Solteiros perseguem o que importa mais para eles, (como) trabalhos mais significativos e mais crescimento pessoal”, argumenta. E, com mais autossuficiência, essas pessoas tinham menos chance de experimentar sentimentos negativos.

Ela cita um estudo publicado no Journal of Family Issues que conclui que “ainda que o casamento continue a promover bem-estar para tanto homens quanto mulheres, em alguns casos – como autonomia e crescimento pessoal – os solteiros se saíram melhor do que os casados”.

Esses solteiros ouvidos pelo estudo tendiam a concordar mais com as frases “Para mim, a vida tem sido um processo contínuo de aprendizado, mudanças e crescimento” e “Acho importante ter novas experiências que desafiem como você vê a si mesmo e ao mundo”.

3 – Solteiros não necessariamente têm saúde pior que casados

Um estudo posterior ao levantamento de DePaulo também colocou em xeque a ideia de que a saúde dos casados é sempre melhor.

Publicada em março de 2017 na revista Social Forces, da Oxford University Press, a pesquisa de Matthijs Kalmijn, da Universidade de Amsterdã, usou dados coletados na Suíça ao longo de 16 anos e “lança dúvidas sobre a teoria de proteção de saúde” que beneficiaria pessoas casadas.

O pesquisador questionava anualmente os participantes quanto a sua saúde. E não encontrou melhoras ao longo da vida dos casados – ressaltando que são necessários mais estudos para avançar no tema.

“As evidências sugerem que o casamento tem mais a ver com a saúde mental do que física”, escreve Kalmijn. “Especulamos que o casamento seja mais ligado a uma avaliação positiva da vida da pessoa do que a uma melhora em sua saúde.”

Vale lembrar, porém, que há extensa documentação científica sobre os efeitos favoráveis proporcionados por casamentos felizes, desde mais estabilidade econômica até o apoio mútuo cultivado entre o casal.

Para DePaulo, ressaltar os benefícios da vida de solteiro não significa desprezar os do casamento – significa “buscar o estilo de vida que melhor funcione para cada pessoa”.

“O que importa não é fazer o que as outras pessoas acham que devemos fazer, mas sim buscar os espaços em que podemos ser o que realmente somos e nos permitir viver o melhor de nossas vidas”, argumentou ela em uma apresentação de 2016 para Associação Americana de Psicologia.

G1 – Bem Estar

23/07/2017 10:51

9 dicas infalíveis para atingir orgasmos mais longos e intensos

Descobrir a posição perfeita e usar brinquedos eróticos, entre outras coisas, podem fazê-la gozar como nunca! Quer ver? Temos nove dicas para orgasmos mais longos e intensos. As ideias são da Carla Cecarello, sexóloga consultora do site C-Date e fundadora da Associação Brasileira de Sexualidade; Leila Campos, consultora de saúde e educação sexual filiada à Associação Brasileira dos Profissionais de Saúde, Educação e Terapia Sexual e Rose Villela, psicóloga com especialização em sexualidade.

Sinta-se lacradora e poderosa

Autoconfiança é tudo nessa vida, ainda mais quando o assunto é sexo. Para despertar a deusa do amor que existe em você, nada melhor do que se produzir de um jeito que você se sinta incrível. Pode ser um conjunto de calcinha e sutiã bem basiquinho ou uma lingerie de renda matadora, não importa. O que interessa é que você se contemple no espelho e se sinta gostosa e segura com o que vê.

Expire, inspire, expire…

(mais…)

14/07/2017 09:51

Beyoncé apresenta gêmeos no Instagram e foto causa alvoroço

A primeira aparição pública de Rumi e Sir Carter rendeu mais de 5 milhões de curtidas ao Instagram da mamãe Beyoncé. Na madrugada desta sexta-feira, a diva apresentou os gêmeos aos seguidores com uma foto glamourosa segurando os pimpolhos, aos moldes do ensaio fotográfico que fez grávida. Na legenda, Bey, de quebra, revelou a data de nascimento dos caçulas: “”Sir Carter e Rumi 1 mês hoje”.

Na imagem, Bey está usando um biquíni azul-turquesa, por baixo de um robe colorido e desarrumando em efeito cascata. Ela ainda usa véu no mesmo tom do traje de banho, que contrasta com o oceano ao fundo. Ela segura nos braços Sir e Rumi, cabeludos bebês estão de olhos fechados.

O cenário dialoga com o usado para anunciar sua gravidez em fevereiro. Naquela foto, a estrela também aparece de véu e ornada de flores, ajoelhada. Os fãs reagiram imediatamente à tão esperada primeira imagem dos gêmeos, com mais de 2,5 milhões de “curtidas” em cerca de uma hora.

Beyoncé é casada com o rapper Jay-Z, com quem tem mais uma filha, Blue Ivy, de 5 anos.

Sir Carter and Rumi 1 month today. 🙏🏽❤️👨🏽👩🏽👧🏽👶🏾👶🏾

A post shared by Beyoncé (@beyonce) on

Veja

29/06/2017 09:15

Garoto de programa revela que já atendeu um cantor baiano

Administrador de empresas em São Paulo, Leonan decidiu mudar o rumo da sua vida após ser demitido em 2011. Ele escolheu se tornar acompanhante de luxo e garoto de programa. Com isso, viu a possibilidade de mudar de vida.

Com a nova carreira, Leonan conta que sempre conquistou muita coisa. “Vi ali novas possibilidades e isso abriu meus caminhos atraindo um público fiel ao longo do tempo com o meu trabalho. E com o passar do tempo pude conquistar uma casa para minha mãe e viagens para Barcelona, Lisboa a convite de clientes. Faço minhas economias”.

O babado forte por conta dos seus clientes. Em passagem por Salvador, ele destacou que ficou com um famoso cantor da Bahia. Entretanto, não revela quem foi o seu parceiro.

“Os baianos são demais, além de cheirosos e gentis e cheio de tesão. Sem falar que tive a oportunidade de atender um cantor daqui que já  foi muito famoso dentre outras personalidades da cidades que conhece meu trabalho e quando venho aqui eles sempre querem uma segunda vez”, relata.

A lista de personalidades importantes não para por aí. Outro ponto destacado por Leonan é o sexo seguro. “Ganho mais de 7 a 15 mil por mês e isso me satisfaz, camisinha sempre. Já viajei por várias cidades do Brasil e tenho clientes de pais de família a deputados, e muitos artistas famosos que atendi e atendo, mas sempre protegido”.

Com informações de Dois Terços

Dinarte Assunção

Biografia Dinarte Assunção é jornalista formado pela UFRN. Atuou em redações como repórter de cotidiano, economia e política. Foi comentarista político da TV Ponta Negra. Atualmente é reporter do Portal No Ar e compõe a equipe do Meio Dia RN, na 98 FM. É autor do livro Sobre Viver - Como Venci a Depressão e as Drogas. Nas horas vagas, assa panquecas.

Descrição Ponto ID é um blog para noticiar o que importa. E nada mais.